Para Nobile, o ano de 2016 foi "mágico". É que a empresa deve fechar o ano com crescimento de 14%, o que equivale a um faturamento de R$ 160 milhões. O anúncio foi feito pelo presidente da Nobile, Roberto Bertino.

Ricardo Pompeu, Vice-presidente de Vendas e Marketing, Roberto Bertino, Fundador e Presidente da Nobile Hotéis, e Rafael Menna, Vice-Presidente de Operações e Contralodoria. Crédito Anderson Rodrigues
Ricardo Pompeu, Vice-presidente de Vendas e Marketing, Roberto Bertino, Fundador e Presidente da Nobile Hotéis, e Rafael Menna, Vice-Presidente de Operações e Contralodoria. Crédito Anderson Rodrigues

Até novembro deste ano, foram oito novas operações com 1800 quartos. Só em São Paulo, o investimento foi de R$ 8,5 milhões e mil quartos no Estado.

A empresa comemora ainda crescimento em empreendimentos no Nordeste, Centro-Oeste e Norte. "Na crise se cresce, tem que ter capacidade de arriscar", disse Bertino.

Para 2017, a ideia é abrir novas unidades e novas conversões, que contalizam 1.700 quartos. As cidades escolhidas são Porto Alegre, Salvador, Rio de Janeiro, Florianópolis, Aracaju, Maceió e Fortaleza. "São mercados que a Nobile ainda não está. Em dois anos, serão mais 25 hotéis com contrato assinado",completa o presidente.

"Estamos confiantes que a partir do segundo trimestre de 2017, a ocupação dos hotéis terá um incremento de 7%. Já a diária média, não deverá ocupar os níveis praticados entre 2013 e 2014, o que deve acontecer a partir de 2019", conclui Bertino.

 

Savia Reis / São Paulo(savia.reis@hosteltur.com)
@saviareis

19 0

Sem comentários estão habilitados sobre esta notícia ou notícia velha.

Uso de cookies: Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar la experiencia de navegación, y ofrecer contenidos y publicidad de interés. Al continuar con la navegación entendemos que se acepta nuestra política de cookies.X
noticia 165000_na-contramao-da-crise-nobile-tem-faturamento-r-160-milhoes.html 3 90745 00