Em todo o mundo, 254 países são signatários do chamado Regulamento Sanitário Internacional (RSI). Desses, 152 exigem o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (Civp) – a maioria, na América do Sul, América Central, África, Ásia e no Oriente Médio, além de ilhas localizadas no Caribe e na Oceania.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mesmo com o surto da doença no Brasil, não há nenhuma novidade ou mudança de status do país em relação ao risco sanitário junto à Organização Mundial da Saúde. Os casos, atualmente, estão concentrados nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo e Bahia.

“O Brasil já tinha febre amarela e também exige o certificado. Não há qualquer ação restritiva por parte dos países signatários do RSI e, portanto, do Civp”, informou a entidade.

A orientação é que todo viajante consulte no portal da agência,  por meio do link Verifique as orientações para o país de destino, se o país ou os países a que se destina exigem o certificado. Confira aqui, se o país destino exige a vacina. 

“A lista é variável e pode ser alterada dependendo do contexto epidemiológico mundial”, concluiu a Anvisa.

 

Da Agência Brasil

4 0
Escreva seu comentário

Escreva seu comentário







Notificar sobre as respostas
Uso de cookies: Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar la experiencia de navegación, y ofrecer contenidos y publicidad de interés. Al continuar con la navegación entendemos que se acepta nuestra política de cookies.X
noticia 119400_mais-150-paises-exigem-vacina-contra-febre-amarela.html 3 90985 00