O ministro do Turismo, Marx Beltrão,  deve se reunir com o Ministério da da Casa Civil e com o Ministério  das Relações Exteriores, na próxima segunda-feira (13) para avançar com a pauta de liberação dos vistos de entrada no Brasil para turistas dos Estados Unidos, Canadá, Japão e Austrália.

Ministro Marx Beltrão em reunião do Fornatur. Crédito: Roberto Castro/MTur
Ministro Marx Beltrão em reunião do Fornatur. Crédito: Roberto Castro/MTur

Recentemente, associações do setor enviaram uma carta conjunta para reforçar apoio com esta decisão. "As entidades representativas de classe do turismo vêm, por meio desta carta aberta, defender não apenas a dispensa de visto para países estratégicos como ocorreu na Olimpíada com um impacto extremamente positivo, como também a elaboração de um pacote mais amplo que inclua de uma vez por todas o turismo na agenda estratégica e econômica do governo", diz o comunicado.

Já o ministro das Relações Exteriores, José Serra, não é a favor que o governo dispense visto para americanos, australianos, canadenses e japoneses. O político acredita que a liberação de vistos deveria gerar reciprocidade dos países beneficiados. Isso não deve acontecer tão logo, uma vez que os Estados Unidos aumentaram a exigência para que brasileiros tirem visto de entrada para aquele país.

Um dos argumentos de convencimento é que, de acordo com projeções do Ministério do Turismo, esta decisão pode injetar R$ 1,4 bilhão na economia nacional.

"As medidas consulares devem ser adequadas às realidades econômicas, à segurança nacional e à pressão migratória da cada país. As realidades do Brasil e Estados Unidos são completamente distintas. Se eles optaram por criar barreiras para turistas de diversas nações entrarem e movimentarem a economia norte-americana, porque sofre enorme pressão migratória, melhor para os outros destinos. No caso do Brasil, queremos gerar emprego e renda para a população. Atualmente temos mais de 12 milhões de brasileiros procurando emprego", diz Beltrão em entrevista à Agência Nacional de Turismo. 

Hoje o Brasil tem acordos bilaterais com quase 90 países pelo mundo. Desta forma, não exigimos vistos dos turistas de países da União Europeia, de toda a América do Sul, da África do Sul, México, Rússia, Israel, entre outros, que são grandes emissores de turistas.

 

Savia Reis / São Paulo(savia.reis@hosteltur.com)
@saviareis

17 0

Sem comentários estão habilitados sobre esta notícia ou notícia velha.

Uso de cookies: Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar la experiencia de navegación, y ofrecer contenidos y publicidad de interés. Al continuar con la navegación entendemos que se acepta nuestra política de cookies.X
noticia 117700_ministerio-do-turismo-das-relacoes-exteriores-devem-discutir-liberacao-visto-na-proxima-segunda.html 3 90968 00