O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, aumentou as exigências para que brasileiros tirem visto de entrada para aquele país. O documento está valendo desde a última sexta-feira, quando foi assinado,e é o mesmo que proíbe a entrada de cidadãos de sete países muçulmanos nos Estados Unidos, além de proibir a chegada de refugiados.

Ministro do Turismo do Brasil, Marx Beltrão
Ministro do Turismo do Brasil, Marx Beltrão

Mesmo assim, o ministro do Turismo do Brasil, Marx Beltrão, defende a dispensa de vistos para países estratégicos: Estados Unidos, Canadá, Japão e Austrália. Ele sustenta, com base em estudos da Organização Mundial do Turismo, que a medida pode injetar até R$ 1,4 bilhão na economia brasileira. 

"As medidas consulares devem ser adequadas às realidades econômicas, à segurança nacional e à pressão migratória da cada país. As realidades do Brasil e Estados Unidos são completamente distintas. Se eles optaram por criar barreiras para turistas de diversas nações entrarem e movimentarem a economia norte-americana, porque sofre enorme pressão migratória, melhor para os outros destinos. No caso do Brasil, queremos gerar emprego e renda para a população. Atualmente temos mais de 12 milhões de brasileiros procurando emprego", diz Beltrão em entrevista à Agência Nacional de Turismo. 

A proposta do Ministério do Turismo é fazer um teste por um período experimental de dois anos e medir o impacto. Cada visitante pode ficar 90 dias no Brasil. "Caso a dispensa não movimente a economia como esperamos, o governo pode recuar e voltar a exigir os visto", continua. 

Hoje o Brasil tem acordos bilaterais com quase 90 países pelo mundo. Desta forma, não exigimos vistos dos turistas de países da União Europeia, de toda a América do Sul, da África do Sul, México, Rússia, Israel, entre outros, que são grandes emissores de turistas.

Informações da Agência Nacional de Turismo

20 0

Sem comentários estão habilitados sobre esta notícia ou notícia velha.

Uso de cookies: Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar la experiencia de navegación, y ofrecer contenidos y publicidad de interés. Al continuar con la navegación entendemos que se acepta nuestra política de cookies.X
noticia 114500_ministerio-do-turismo-defende-dispensa-visto-com-americano.html 3 90936 00